Presidente do TRT-16 participa da cerimônia de homenagem ao futuro ministro do STF, Flávio Dino

sexta-feira, 2 de Fevereiro de 2024 - 23:07
Redator (a)
Francisco Eduardo Carvalho Almeida
Revisor (a)
Luane Freitas
Autoridades presentes na bancada de honra durante a Sessão Solene em homenagem a Flávio Dino.
Presidente do TRT-16, desembargadora Márcia Andrea, ao lado do homenageado, senador Flávio Dino, futuro ministro do STF.

A presidente do Tribunal Regional do Trabalho da 16ª Região (Maranhão), desembargadora Márcia Andrea Farias, participou, na tarde desta sexta-feira (2/2), da sessão solene em homenagem ao recém-aprovado para o cargo de ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Flávio Dino, realizada no Plenário Nagib Haickel, no Palácio Manuel Beckman da Assembleia Legislativa do Estado do Maranhão. O novo ministro da Suprema Corte deve assumir no dia 22 de fevereiro a vaga disponível, deixada pela ministra Rosa Weber em função da sua aposentadoria.

A cerimônia foi aberta pela presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Maranhão, deputada Iracema Vale, que enfatizou a importância de homenagear Flávio Dino, uma personalidade de destaque cuja trajetória tem sido marcada por contribuições significativas ao estado do Maranhão e ao país. A deputada enfatizou, ainda, que a homenagem não é um ato promovido apenas por autoridades políticas e judiciárias, mas de toda a população maranhense, que reconhece os benefícios adquiridos com seus feitos.

O homenageado da solenidade, Flávio Dino, ao iniciar o seu discurso, recordou o início de sua carreira no Judiciário como servidor público do TRT-16, destacando a importância da Justiça do Trabalho, e prosseguiu dizendo: “Eu posso afirmar que, quem fala aqui é um maranhense. Esta não é uma despedida que faço ao Estado do Maranhão. Mas, peço compreensão, pois a função exige distância. Procurarei fazer o melhor para todos os brasileiros, de algum modo, para os que pensam como eu penso e, sobretudo, para os que pensam como eu não penso. Assim, eu irei com esse espírito de pacificação, com esse espírito de unir o Brasil”, disse.

A presidente do TRT-16, desembargadora Márcia Andrea, agradeceu o convite da Presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Maranhão, e expressou o seu contentamento em fazer parte de uma honrosa homenagem a uma importante autoridade maranhense, que agora fará parte da mais alta Corte do Judiciário: “É com grande honra que participo desta homenagem a Flávio Dino, uma figura cuja dedicação ao serviço público e à justiça tem sido uma inspiração para todos nós. Sua nomeação ao Supremo Tribunal Federal não é apenas um reconhecimento de seu trabalho incansável, mas também um momento de grande expectativa para o futuro da jurisprudência no Brasil. Estamos confiantes de que sua contribuição ao STF será marcada pela mesma integridade e compromisso com a equidade que sempre pautaram sua carreira.”

Na bancada de honra, estiveram, além da presidente do TRT-16, o governador do Maranhão, Carlos Brandão; o ministro do Esporte, André Fufuca; a senadora pelo Maranhão, Eliziane Gama; a presidente da Assembleia, deputada Iracema Vale; o vice-presidente da Assembleia, Rodrigo Lagoda; o procurador-geral de Justiça do Maranhão, Eduardo Nicolau; o presidente do Tribunal de Justiça do Maranhão, desembargador Paulo Velten; o presidente eleito e corregedor do TJ-MA, desembargador Froz Sobrinho; e o deputado estadual, Antônio Pereira.

Participou também do evento o Vice-Presidente e Corregedor do TRT-16, desembargador Carvalho Neto e autoridades políticas, como deputados e deputadas federais e estaduais do Estado, prefeitos e prefeitas maranhenses, bem como o vice-governador e secretário de Educação do Estado, Felipe Camarão.

Flávio Dino

Dino foi juiz de carreira, presidente da Associação dos Juízes Federais (Ajufe) e integrante do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) antes de ingressar na política. Foi deputado federal pelo Maranhão entre 2007 e 2011, além de eleito por duas vezes governador do Estado. Em seguida eleito para o cargo de senador, até ser nomeado ministro da Justiça em janeiro de 2023 pelo presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva.

Flávio Dino deixou o Ministério da Justiça e Segurança Pública na última quarta-feira (31/1), tendo como substituto Ricardo Lewandowski, ministro aposentado do STF. Lewandowski assumiu a presidência do Supremo e do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) no ano de 2014, permanecendo no cargo até 2016 e como membro da Corte até abril de 2023.

358 visualizações