TRT-16 define membros da comissão do concurso público para servidores 

quarta-feira, 3 de Agosto de 2022 - 15:06
Redator
Ana Karolina Brito
Revisor
Rosemary Araujo

O presidente do Tribunal Regional do Trabalho da 16a Região (MA), desembargador Carvalho Neto, definiu a composição da Comissão de Concurso Público para preenchimento de cargos vagos e formação de cadastro reserva do quadro de servidores do TRT-16. A decisão consta na Portaria do Gabinete da Presidência n° 485/2022
Segundo o documento, os magistrados membros da Comissão são a desembargadora Márcia Andrea Farias da Silva, diretora da Escola Judicial; e o juiz Sergei Becker, substituto na 2ª Vara do Trabalho de São Luís e coordenador da Escola Judicial. Também foram indicados para compor o grupo o servidor José de Ribamar de Sousa Chagas Júnior, coordenador de Gestão de Pessoas; a servidora Elaine Moraes Pacheco, lotada na Coordenadoria de Gestão de Pessoas; e o servidor Rafael Robinson de Sousa Neto, coordenador de Tecnologia da Informação e Comunicações. 
De acordo com a Portaria, a Comissão é responsável por implementar e acompanhar as ações necessárias à realização do concurso. É de competência do grupo formado aprovar o edital que será elaborado pela Fundação Getúlio Vargas, para que este seja, então, publicado.
Concurso público de servidores do TRT-16
No dia 20 de junho deste ano, o presidente do TRT-MA aprovou a realização de concurso público para o quadro de servidores do Tribunal. A previsão é que o concurso seja realizado ainda em 2022, com o preenchimento das vagas no exercício deste ano. A Fundação Getúlio Vargas foi a instituição escolhida para elaboração do edital, que ainda não tem previsão para ser publicado.
Segundo a Coordenadoria de Gestão de Pessoas do TRT-16, há 29 cargos vagos no quadro de servidores. Porém, apenas sete serão providos de imediato. Destes, há uma vaga para o cargo de analista judiciário, apoio especializado Odontologia; uma para analista judiciário, área administrativa, especialidade Contabilidade; e uma para analista judiciário, apoio especializado Tecnologia da Informação. E mais quatro vagas para o cargo de técnico judiciário, área administrativa.
O juiz auxiliar da Presidência, Saulo Fontes, explicou que os demais cargos serão providos paulatinamente, “com a perspectiva de que haja novas autorizações de preenchimento ainda neste ano”. Também haverá cadastro reserva para os cargos que vierem a vagar durante a vigência do concurso. 

Matéria alterada em 5/8/2022, às 9h35.

460 visualizações