TRT-16 realiza oficina de inovação com a técnica do Design Thinking

segunda-feira, 9 de Outubro de 2023 - 17:21
Gisele Fessore explica aos participantes da oficina como utilizar a técnica do Design Thinking.
Diretora-Geral do TRT-16, Fernanda Marques (ao centro, usando vestido branco longo), prestigia o encerramento da Oficina de Inovação.

Pensar de forma criativa os problemas institucionais para encontrar soluções inovadoras é o principal objetivo do Design Thinking, técnica trabalhada durante oficina realizada no Tribunal Regional do Trabalho da 16ª Região (Maranhão), por meio da Escola Judicial, no período de 2 a 9 de outubro, nas modalidades on-line (pela plataforma Zoom) e presencial (no espaço do antigo Restaurante do Tribunal). A Oficina "Introdução à Inovação e Design Thinking – Formação de Laboratoristas de Inovação" foi destinada a servidores das áreas estratégicas do TRT-16, indicados pela Diretoria-Geral.
Ministrada pela diretora da Subsecretaria de Comunicação, Conhecimento e Inovação da Justiça Federal de São Paulo, Gisele Molinari Fessore, a oficina teve carga horária de 20h e buscou aplicar a abordagem do Design Thinking na resolução de problemas complexos e oficinas de laboratório de inovação. Além disso, essa foi a primeira turma de formação de laboratoristas, com o objetivo de formar colaboradores para atuação junto ao Laboratório de Inovação do Tribunal, o InovaLab.
Nos encontros on-line, Gisele Fessore trouxe os conceitos e os princípios da inovação e do design thinking, assim como sua aplicação em oficina prática. Também realizou treinamento na plataforma colaborativa de comunicação visual Miro, que funciona como uma lousa interativa digital. Com ela, os integrantes da equipe podem criar, colaborar e centralizar a comunicação em um único espaço. Além disso, auxilia na criação dos projetos do início ao fim, desde o brainstorming (tempestade de ideias) até mesmo o cronograma e fluxo do projeto.
A parte prática, de construção de situações apontadas pelos participantes divididos em três grupos, foi desenvolvida nos encontros presenciais, quando foram trabalhadas técnicas de criação de personas, identificação de áreas correlatas aos temas abordados, utilização de ferramentas auxiliares (fluxograma, storyboard, brainstorming, mapa de empatia etc), roteiro de aplicação das soluções e construção dos protótipos para validação pelos demandantes fictícios.
InovaLab do TRT-16
O InovaLab do TRT-16 tem como objetivo auxiliar as unidades no aprimoramento das atividades institucionais, incentivando o diálogo entre as diferentes áreas, por meio da difusão da cultura da inovação, com metodologias e práticas que contribuam para o aprimoramento da prestação jurisdicional, fomentando o compartilhamento de boas práticas e parcerias que gerem valor para a Instituição, seja por meio de novos produtos, serviços e processos de trabalho ou outra alternativa eficaz de solucionar problemas complexos encontrados no desenvolvimento das atividades que lhe são afetas. Um exemplo disso pôde ser apresentado na própria oficina por meio da parceria com a Secretaria de Governança e Gestão Estratégica e com o Setor Gráfico, que se uniram para divulgar o Laboratório através da distribuição de material produzido pelo Setor Gráfico aos participantes, a partir do reaproveitamento de sobras de papel e de outros materiais inservíveis. Tal iniciativa serviu para destacar aos participantes, de forma prática, a importância do engajamento e parceria das unidades, para o sucesso das iniciativas e ações realizadas no Tribunal.
Criado em agosto de 2022, o Laboratório também já realizou as oficinas denominadas de "trilhas", dentre as quais a Trilha da Acessibilidade e a Trilha da Memória, visando a soluções específicas para essas áreas. A partir delas, foram criados projetos para alcance da Meta Nacional 9, que trata da Carta de Serviços ao Cidadão. Tal iniciativa se concretizou por meio da parceria com o Setor de Ouvidoria, com o Setor de Gestão Documental e com a Secretaria de Tecnologia da Informação e Comunicações, que transformaram a Carta de Serviços da versão PDF para o Portal de Serviços e Informações ao Usuário, permitindo a utilização de ferramentas de acessibilidade para portadores de PCD. O novo portal da Carta de Serviços será apresentado no próximo dia 30 de outubro às unidades do Tribunal e colaboradoras terceirizadas que realizam atendimento ao público. Para obter mais informações sobre a Inovação no TRT-16, acesse o Portal do InovaLab.
Design Thinking - Técnica baseada em se colocar no lugar do outro para entender melhor seus sentimentos, seu comportamento, suas necessidades e seus desejos, visando a traduzir tudo isso em observações e ideias que podem melhorar a vida das pessoas. Esta técnica estimula a experimentação das mais variadas ideias e arriscar colocá-las em prática, mediante avaliação das viabilidades, considerando a possibilidade de erros e a utilização destes para o aprendizado e identificação das melhores soluções. Sete fases compõem o processo criativo e colaborativo do Design Thinking: Empatia, Definição, Ideação, Prototipação, Teste, Implementação e Aprendizado.
Gisele Molinari Fessore - é graduada em Filosofia pela Universidade São Judas Tadeu e possui mestrado em Filosofia pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Atualmente, é diretora da Subsecretaria de Comunicação, Conhecimento e Inovação da Justiça Federal de São Paulo. Atua como conteudista, formadora, palestrante, tutora e facilitadora em cursos na área de Inovação, Design Thinking, Desenvolvimento de Lideranças e de Equipes, Comunicação, Gestão do Tempo e Introdução à Inovação. Também é docente da ENAP nas disciplinas Atuação Estratégica de Equipes de Gestão de Pessoas e Elaboração de Planos de Capacitação. Integra o iTeam da Justiça Federal de São Paulo como laboratorista e como formadora de laboratoristas para Laboratórios de Inovação.

Com informações da Secretaria de Governança e Gestão Estratégica.


 

257 visualizações